Feiras e Festividades

Festa do Senhor das Cinco Chagas - Maio

Realiza-se no primeiro fim de semana de Maio após o dia 3 e é marcada por uma procissão de velas no Sábado à noite e por uma majestosa procissão e pela Primeira Comunhão e Profissão de Fé de várias crianças no Domingo.


Festa de Santa Ana

As Festas em honra de Santa Ana, em Infias, comemoram-se em Julho, aquando do dia dos Avós. O programa das festas é composto por uma Eucaristia na Capelinha em Honra de Santa Ana e S. Joaquim, um momento que relembra todos os avós do Vale de Vizela. Faz ainda parte do programa a Oração do Terço, seguida de uma Procissão ao Cristo Rei. A animação fica a cargo da atuação de um Grupo Folclórico.


Festa de S. João

A outrora afamada Festa de S. João, também conhecida pela “Festa dos Moços” é uma tradição de longa data da Freguesia de Infias. Esta festa é organizada por um grupo de jovens da Freguesia e realiza-se em Junho no primeiro fim de semana após o dia 24. Como é habitual em todas as festas populares, esta é uma festa em que há uma grande sessão de fogo-de-artifício, concertos, animação e muitos petiscos.


Festa dos Avós

A Festa dos Avós é uma iniciativa que se realiza desde 2010 com a organização da Junta de Freguesia de Infias e com o apoio de algumas empresas e anónimos. Este evento é realizado habitualmente no Fórum Espetáculos do Cruzeiro e conta com um arraial minhoto gratuito e ainda com animação musical.


Festa do Senhor das Chagas – Junho

A Festa do Senhor das Cinco Chagas organizada pela Confraria do Senhor das Cinco Chagas, realiza-se no primeiro fim de semana de Junho após o dia 24, em que é feita uma romagem de penitência transportando a imagem do Senhor das Cinco Chagas desde a Igreja Matriz do Senhor das Cinco Chagas até à Capela de Santa Ana no alto do Monte de Alijó.

Segundo a história, a Confraria do Senhor das Cinco Chagas, parece ter já muitos séculos de existência, havendo registo de 1698. Reza a lenda que a imagem do Senhor das Cinco Chagas ainda tem vestígios de uma outra, que há muitos séculos cruzado mandou esculpir, a fim de lhe colocar uma coroa de espinhos que encontrou no deserto, quando regressava da Terra Santa. Numa capelinha, da qual já não há vestígios, a coroa foi colocada sobre a referida imagem e, todos os anos, a 3 de Maio, sangue brota das feridas provocadas pelos espinhos, levando até quem afirmasse, que isso correspondia ao dia e hora em que Cristo teria sido coroado. Sabemos que não é verdade, mas o facto é que incutiu tanta fé nas pessoas que, nesse dia, começaram a fazer uma romagem de penitência e assim a imagem do Senhor das Chagas era transportada desde a capelinha de Infias até à Senhora do Monte em Serzedelo. O facto começou a provocar tal salema entre os habitantes das duas freguesias que, em 1920 se construiu a Capela de Santa Ana, local para onde as procissões passam a dirigir-se, deixando de haver a romaria à Senhora do Monte, por divergências entre a população das duas freguesias.